Um bom closet é o sonho da maioria das pessoas. Ter roupas e acessórios organizados, nos oferece qualidade de vida, pois ter um local só para nossas coisas e ter tudo a mão, é o sonho de consumo da maioria das pessoas. além de agilizar seu dia, principalmente quando estamos atrasados.

Veja algumas dicas deixando tudo mais prático!!


Organize-se!

Comece tirando tudo do armário e organize suas coisas por categorias: por tipos, cores, combinações que você goste, da maneira que seja fácil encontrar. e é nesta hora o momento ideal para praticar o desapego. Qualquer que seja o tamanho do armário ou closet, para tê-lo bem organizadinho é necessário uma boa manutenção. Dedique um tempinho no fim de cada estação para decidir o que vale a pena manter e o que deve ir embora para abrir mais espaço.

Agora sim!!!

Sabendo tudo o que vai ficar já podemos definir uma proporção de armário. Os apartamentos de hoje em dia estão cada vez menores, e locais de guarda estão ainda mais restritos, então se houver espaço de migrar o closet para um quarto subutilizado da casa, melhor ainda.

Personalizar um armário pode ser caro, mas se houver recursos, não hesite em montá-lo. Empresas especializadas possuem uma infinidade de ferragens e acessórios que são uma ótima pedida, e nos facilitam a vida. quanto aos módulos dos armários eles variam bastante.

Há duas opções: você pode comprar em empresas que fazem os módulos dos armários planejados personalizados ou seja de acordo com o espaços disponíveis, porem os preços ficam em torno de 40% mais caro, e há empresas que não fazem recortes nos módulos, estes ficam mais em conta porém você acaba perdendo espaços milimetricamente fundamentais para as suas necessidades.

Se for o caso de exigências específicas, prefira montar um projeto e fazer com um bom marceneiro. Os armários ficam de acordo com as suas necessidades.

Na medida certa!!

Guarda-roupas precisam ter 60 cm de profundidade. Essa medida é a padrão, a menos que o você tenha necessidades muito específicas. Além da profundidade adequada, é importante ter em mente que o armário é dividido em 3 alturas.

Na parte inferior, o ideal é colocar calceiros, sapateiras e gavetas. Costumo projetar esse espaço com 80 cm de altura. espaço suficiente para calças dobradas e três ou quatro gavetas. Aliás, gavetas são muito úteis para camisetas, roupa íntima e acessórios. A melhor sapateira é aquela no formato de gaveta (prateleira deslizante), com puxador bem baixinho. E a altura muda em função do tipo de calçado. Sapatos baixos e tênis não exigem alturas generosas. Já os de salto e botas precisam de prateleiras mais espaçadas para que não estraguem. Outra opção é deixa-los nas caixas e organiza-los nas prateleiras. Organização de armários segue um critério muito pessoal, procure o que mais se adeque ao seu. aqui vou dar minha dica pedrada se você tiver muitos sapatos coloque um na frente do outro, assim você pode ver todos eles sem precisar ficar deslocando o que está por trás.

Do meio pra cima , o melhor é colocar um cabideiro em dois terços do espaço e reservar o restante para prateleiras ou nichos, para onde devem ir malhas, bolsas, moletons, toalhas e roupas de cama, se necessário. Por fim, na parte mais alta, aproveite esse espaço para organizar itens poucos usados, além de malas e sacolas de viagem. Caixas customizadas e etiquetadas ajudam bastante.

Para economizar!!

Se você mora em um imóvel mais antigo e ele já tem aquele armário embutido que está super bem conservado, mas ele não atende as suas necessidades, a ajuda de um marceneiro será muito bem vinda. Ele pode rearrumar o interior com araras e prateleiras conforme você preferir. Faça uma pintura nas portas, coloque um espelho, ou mesmo retira-las, pintar a parte de dentro e deixar o armário com cara de closet aberto. Troque os puxadores. Outra dica é trocar as portas antigas por cortinas, elas trazem leveza, não ocupam espaço e ainda escondem aquela baguncinha organizada com muito charme!

 

Precisando de ajuda, é só entrar em contato com gente que bolamos um projeto bem legal pra você!!!

 

*imagens retiradas da internet!!

Todos os macetes e dicas para que você comece a cultivar o seu jardim dentro de casa …

É muito bom pode ter um jardim para chamar de seu!! Você não sabe por onde começar ?

Bem, antes de colocar a mão na massa, aliás na terra e sair pelas chácaras comprando mudinhas, saiba que nem só de adubo vive uma florzinha. Dedique um tempinho da sua rotina antes de tudo. Leve em consideração o ambiente, se há uma boa iluminação natural, verifique a distancia das plantas até as janelas, e se há uma boa ventilação. Mesmo que seja em um mini apartamento, sempre tem um cantinho para se cultivar o verde.

Nem todas plantas exigem uma luz direta do sol, algumas gostam de luz de média intensidade, outras se desenvolvem bem melhor na sombra. Quanto a ventilação é preciso atentar: algumas plantas não suportam o ar mais seco como de um ambiente com ar condicionado por exemplo. A grande maioria lida melhor com o ar mais úmido.

É preciso analisar também a sua disponibilidade de tempo para cuidar delas com carinho. Se você é uma pessoa muito ocupada ou muito esquecida, opte por plantas que sejam de fácil manutenção. Para te ajudar nessa escolha, selecionamos algumas plantas que se adaptam super bem a espaços internos e vão deixar sua casa muito mais acolhedora!

Dracena de Madagacar (Dracaena Marginata) – Considerada uma das mais resistentes para interiores. Suportam bem em ambientes com ar condicionado, e se esse for o caso, procure borrifar água fresca na folhagem, e deixa-las limpas com o auxilio de um paninho úmido. Toleram pouca luminosidade, mas depende da espécie, quanto menos verde ela tiver nas folhas, mais luz ela precisa. Não é necessário rega-las com muito frequência, mas para ter uma planta sempre bonita, deixe a terra secar ligeiramente antes de fazer uma nova rega.

Café de salão (Agloenama) – É uma ótima opção, porém necessita de boa ventilação, não se costuma adaptar BEM em ambientes com ar condicionado. De origem tropical, gosta de ambientes mais úmidos e quentes. Deixe sempre a terra úmida. No inverno a rega pode ser um pouco mais espaçada.

 

Calathea Insignis (Calathea Lancifolia)– É muito resistente. Ela precisa de um local sombreado, e úmido. É importante controlar a rega no inverno, e ao final da estação, deve ser feita uma poda rente a terra retirando as folhas manchadas, logo novos brotos virão. Na primavera e no verão, quando elas estão em pleno crescimento, podemos molhar mais regularmente.

 

Comigo-Ninguém-Pode (Dieffenbachia Amoena) – Caso você tenha criança, ou algum animal estimação, não compre por que é venenosa, possui a seiva tóxica. Por outro lado, é ótima em termos de purificação do ar aonde se encontra. Gosta de média intensidade de luz, e temperaturas amenas. Quanto às regas é importante deixar o solo secar, no verão faça mais regas.

 

Jibóia Prateada (Scindapsus pictus) – Deve ser cultivada sob meia-sombra, ou luz difusa. Tipicamente tropical, aprecia o calor e a umidade. Regue frequentemente durante todo ano, e borrife água semana sim, semana não.

 

Bromélias (Bromeliaceae) – Com mais de 3000 espécies nativas das Américas, elas crescem bem na maioria dos solos e adoram o clima quente e úmido. Devem ter suas raízes sempre úmidas e as folhas borrifadas regularmente. Quanto À luz, ficam mais bonitas em locais bem claros, mas não apreciam o sol direto. Elas florescem apenas 1 vez durante seu período de vida. Após a floração, a planta desenvolve uma brotação lateral que substituirá a planta que irá morrer.

 

Lírio da Paz (Spathiphyllum Cannifolium)– Também conhecida como Bandeira Branca por produzir uma flor branca, que remete à paz. De clima tropical, gosta de lugares quentes e úmidos, com iluminação difusa, das espécies caseiras é uma das mais populares. É importante deixar a terra sempre úmida.

 

Aspidistra (Aspidistra Elatior) – Muito tradicional, com folhagem rústica, apresenta um crescimento moderado. Devem ser cultivadas à meia-sombra e irrigadas regularmente deixando a terra úmida, mas não encharcada.

 

Costela de Adão (Philodendron Monstera Deliciosa) – Da família das trepadeiras, a costela de adão floresce e também desenvolve frutos, mas o que mais chama atenção são as folhas. A rusticidade da espécie permite que ela se adeque a qualquer solo. Ambientes com pouca incidência de luz também a favorecem, e basta deixa a terra sempre úmida para que ela se desenvolva bem. os arranjos feitos com suas folhas são bem apreciados.

 

Espada de São Jorge (Sansevieria trifasciata) – Também conhecida como Língua de Sogra, esta espécie é uma das mais populares. São de fácil adaptação, adoram luz direta e difusa do sol. DeixE a terra secar um pouco antes de rega-la novamente, ou então quando as folhas começarem a se inclinar. Atenção com os animais de estimação, e com crianças ela pode ser tóxica.

 

*Imagens retiradas da internet!!

Uma excelente solução para evitar o quebra quebra!!!

Hoje vamos falar sobre um produto recente no mercado, pouco conhecido: Eletrofitas. Conseguiu acha-las no nosso projeto abaixo?! Nesta Mostra Casa Cor, o prédio era tombado, e não podíamos fazer qualquer intervenção nas alvenarias.

São condutores elétricos em forma de fita autoadesiva. Além de serem instaladas facilmente, elas economizam um bom tempo de obra. São ecologicamente corretas e podem ser aplicadas em paredes, divisórias, drywall, pisos e teto.

Se adequam a maioria das instalações como as de ar condicionado, refrigeradores, automação . O produto é nacional com fabricação JDavies, e eles apresentam compatibilidade com a maioria dos fios elétricos disponíveis no mercado.

As lâminas condutoras são protegidas em ambas as faces com policarbonato, após aplicadas recebem mais uma proteção de tela de fibra de vidro, e são emassadas. E assim estarão prontas para levar qualquer tipo de acabamento, inclusive azulejos. Aceita bem quinas, curvas e ângulos.

São ótimas para quem quer distribuir novos pontos de tomadas e iluminação, sem ter aquela bagunça dentro de casa. Também é ideal para construções históricas nas quais não se pode quebrar nenhuma parede para fazer novas instalações.

 

No site www.eletrofitas.com.br você pode conferir todas as indicações do fabricante, inclusive comprar pelo site. Mas as grandes lojas de materiais construção também vendem as fitas a metro e todos os acessórios para finalizar a instalação.

 

04
jul

Postado por:

Eu sou apaixonada!!

Quem me acompanha a bastante tempo, sabe da minha verdadeira loucura por essas peças. Já não é de hoje que eu costumo usá-los nos meus projetos, eles sempre fazem sucesso!!

O fato é que os nichos por serem super versáteis agregam funcionalidade. Dividindo ambientes, fixados à parede ou não, em diferentes tamanhos, materiais e até em outros formatos, eles permitem deixar o ambiente muito mais organizado e belo esteticamente, isto sem ocupar muito espaço.

É possível utiliza-los em vários espaços: nas estantes do escritório para livros, na sala de estar para dar destaque a objetos decorativos, móvel para sala de tv, organizando coleções, enfim, em vários ambientes, inclusive no ramo comercial para evidenciar objetos específicos.

Com nichos tudo fica muito mais fácil pois eles dão um ar moderno e original em qualquer ambiente, especialmente aqueles mais apertadinhos pois desocupam o espaço , dando chance para colocarmos outro móvel.

Já se rendeu ao charme dos nichos? Selecionamos mais alguns dos nossos projetos para mostrar para você. Inspire-se!


*Imagens do acervo pessoal!

 

Tem gente que não dá a menor importância a esse item, mas ele é essencial para o acabamento entre pisos e paredes. O rodapé vem ganhando cada vez mais destaque. Além de contribuírem visualmente com o espaço, eles escondem imperfeições, protegem as paredes e também servem de passa fio.

Liso, com frisos, retos, arredondados, de diferentes alturas e materiais. As variações são muitas, mas não se preocupe, nós vamos te ajudar a escolher o melhor para compor na sua casa.

  • Rodapé muito alto pode dar a sensação de que o pé direito diminuiu;
  • Rodapés menores “aumentam” o pé-direito;
  • Confira a altura das tomadas para que o rodapé fique mais baixo ou então recorte-o e encaixe a tampa das tomadas.
  • Se escolher rodapés de madeira certifique-se que o local não seja muito úmido, e que estão fixos corretamente na parede para que não empenem.

Antes de escolher o modelo de rodapé, considere o seguinte:

Assim sendo, vamos aos matérias:

Rodapés em Madeira e MDF

São os mais utilizados, de fácil instalação, eles são feitos de acordo com seu gosto. O MDF cru tem uma textura mais lisa que a madeira, por isso não precisa ser emassado para receber a pintura, somente um selante. Quanto as cores, o branco é sempre uma opção segura pois combina bem com todos os acabamentos de piso e parede.

 

Caso você tenha uma revestimento no piso tipo madeira, para os mais tradicionais, vale deixar o rodapé no mesmo material.

O rodapé com acabamento em madeira também pode compor de forma bem ousada e trazer um charme para lugares inusitados.

 

Para os mais irreverentes, o rodapé de MDF é o mais indicado, eles possibilitam a pintura na cor que quiser.

 

Rodapé em Porcelanato

De fácil manutenção, são super indicados para as áreas molhadas. Mas banheiros e cozinhas com rodapé?…Sim, além de dar UM MELHOR acabamento, compõe muitíssimo bem, são mais resistentes, suportam umidade e não são atacados por cupim.

 

Grandes empresas costumam já fabricar rodapés de porcelanato de acordo com seus pisos, mas também é permitido misturar texturas.

 

 

Rodapé em Mármore

Possuem basicamente as mesmas vantagens que o rodapé em porcelanato, e vão além, podem ser de feitos do modo que o cliente escolha, claro que respeitando o limite da pedra. Pedras porosas, como o Travertino por exemplo, podem ser utilizados desde que resinados para tampar os poros naturais.

 

 

Rodapés em EPS

Uma nova opção são os rodapés em EPS (poliestireno) que são muito resistentes, fáceis de aplicar, não empenam, não mofam, não apodrecem, além de serem totalmente imunes a cupim e na maioria dos casos não precisa pintar.
A Santa Luzia é empresa pioneira e líder na produção de perfis em EPS a partir da reciclagem de isopor e PET, 98% da matéria-prima do produto é reciclada do poliestireno expandido (isopor) e do poliestireno de alto-impacto. Ambos, materiais que demoram séculos para se decompor.

 

Rodapé em E.V.A.

No melhor estilo faça você mesmo, recentemente o mercado lançou o rodapé autocolante em E.V.A. Ele é emborrachado e maleável, o que facilita a colocação em curvas. Pode ser lavado com água e detergente neutro, e também aceita bem pinturas com esmalte a base d’água.

 

 

Agora é só escolher!!!!!

Como aproveitar o espaço sem perder o charme!!

Todos que moram em casas com dois ou mais andares, ou apartamentos duplex normalmente convivem com o mesmo dilema: O QUE FAZER EMBAIXO DA ESCADA?

Primeiro atente ao modelo da sua escada, o material que ela é feita, e que tipo de interferência ela permite. Escadas de estrutura metálica limitam um pouco, mas ainda sim permitem muitas coisas legais.

Lugar para ler

Bancada de estudo

Mini biblioteca bem ousada

Bar

 

 

No caso de apartamentos pequenos, sabemos que espaço para guardar coisas nunca é demais. Com o auxílio de um profissional e um bom marceneiro resolve-se esse espaço facilmente. Pode-se desenvolver várias formas de aproveitamento:

Móvel para tv

Despensa

Sapateira

Arquivo

Biblioteca

 

Mas se falta de espaço não for o problema, vale a pena ousar e deixar a casa cheia de estilo!!

 

 

Pode-se também, se houver a possibilidade, criar ali um lavabo. Acho importante levar em consideração o pé direito do local. Não pode ser muito baixo para não ficar desconfortável.

 

Um jardim também fica ótimo. É primordial a orientação de um paisagista pois a escolha da vegetação tem que ser adequada. Normalmente ali tem pouca luz e ventilação, elas vão exigir um cuidado especial, mas vale muito a pena. As plantas agregam a leveza e a simplicidade da natureza.

 

Inspire-se!!! Se tiver alguma dúvida, ligue para cá, estamos prontos para te ajudar!!!

 

*Imagens retiradas da internet!

Algumas dicas para você não esquentar a cabeça!!

O segredo de uma boa obra está no planejamento. Estabelecer um cronograma reduz as chances de eventuais problemas a partir do momento que projetos, custos e prazos são bem definidos. Portanto, antes de qualquer coisa, CONTRATE UM PROFISSIONAL e, junto com ele estabeleça o que vai ser feito.

É essencial o desenvolvimento do projeto para determinar o nível da intervenção a ser feita seja numa reforma, ou numa obra do zero, e assim poder estimar custos de mão de obra e de material, bem como o tempo que vai durar!!


 

Tenha claro as etapas de cada atividade que serão feitas. No caso de uma reforma, deve- se:

1º Remover os móveis, ou se não for possível, protege-los com lonas, plásticos bolha ou papelão. Caso o projeto peça a troca de piso, será necessário remove-los do espaço. Existem depósitos para guarda de móveis que podem auxiliar nesse processo ou, coloque-os em outro ambiente da casa, e assim por diante conforme o andamento da obra mas, além de mais trabalhoso, as chances de danos aumentam.

 

2º Remover os revestimentos a serem trocados, bem como bancadas, louças e metais e o gesso do teto caso ele tenha que ser trocado. Nessa etapa, dependendo do volume, será necessário o aluguel de uma caçamba para remoção de todo entulho gerado. Pequenos volumes, as empresas de limpeza urbana costumam recolher, mas desde que eles estejam devidamente ensacados.

3º Agora, erguem-se novas alvenarias, e têm inicio a distribuição de instalações elétricas, redes, hidráulicas, gás, tubulação para ar condicionado, tudo de acordo com o projeto e com a execução de um bom profissional para que não haja transtornos futuros. É também a hora dos ajustes, o que tiver que ser acrescentado ou modificado, tem que ser agora. Não se pode ter pressa nessa etapa!!!

 

4º Após a colocação dos novos revestimentos (lembre-se de proteger o piso depois de colocado), emassadas as paredes e do novo teto de gesso, entra a pintura. No caso de cozinhas e banheiros, é importante que os móveis planejados já estejam no lugar para a instalação das bancadas. Eu sempre recomendo que esses armários estejam apoiados em socos (ou de alvenaria ou de mármore) para dar estabilidade e segurança a bancada.

 

 

 

5º Depois de tudo pintado, as luminárias já podem ser instaladas. Caso você opte pelo teto em dry-wall preste atenção para que o suporte das placas do gesso não coincidam com as luminárias embutidas. Se isto ocorrer, há a possibilidade de se remanejar os spots. Um imã pode ser bem útil para auxiliar na hora dos rasgos para luminárias, evitando assim danos ao teto.

 

 

6º Agora chegou a hora das cortinas e do mobiliário. Tudo vai para seu devido lugar. O pintor sempre volta para fazer pequenos retoques, pois os móveis de uma lado pro outro acabam “machucando” as paredes.

Tudo pronto!! Quando se tem passo a passo bem claro !!! Tudo Fica mais fácil !! Sempre mantenha o cronograma atualizado, além de ter um diário de obra, contando tudo que se passa na sua obra, inclusive anotando a meteorologia. Lembrando sempre que, estimativas de custos e de tempo, são guias. E que possivelmente alterações poderão ocorrer, porque você quer algo a mais no meio da obra, tipo um triturador de pia, ou mesmo um ar condicionado não mensurado. Enfim, toda obra nova ou reforma é uma caixinha de surpresas, mas no final tudo dá certo!! Então, mãos a obra!!!

Ideias para deixar seu cantinho mais festivo e receber os amigos com estilo!!

 O Mês de junho chegou e com ele muitas alegrias, festas e guloseimas!!Deste modo, não poderíamos deixar de preparar um post todo especial para esta semana. Nos inspiramos em ideias simples e de muito bom gosto para criar um clima alegre e bem junino.

BANDEIRINHAS

No Brasil, as festas dessa época estão ligadas a religiosidade: festejamos Santo Antônio, São João e São Pedro. Sendo assim, a fé e a arte sempre formaram uma dupla incrível. Na decoração de casa, objetos que representam religiosidade além de deixarem o ambiente bem bonito, o deixam mais contemplativo.

SA1

A chita é um tecido de algodão formado por uma trama rudimentar e famoso por sua estampa característica e cores vibrantes. São muito usadas nessa época do ano. Para quem é apaixonado pela cultura brasileira e quer trazer cores e alegria ao ambiente, pode investir sem medo. É barato e divertido.

SA2

Nas almofadas

SA3

Revestindo vasinho

BANDEIRINHAS 2

Em bandeirinhas

Além das bandeirinhas para enfeitar o ambiente, balõezinhos de papel, fitas de cetim e lamparinas também são muito bem vindas para harmonizar com a festa!!

Balões de papel colorido

fitas

Fitas de cetim

Para enfeitar uma mesa, quanto mais detalhes, melhor!! É bacana levar em conta a temática: abuse dos quadriculados, dos florais, vale misturar estampas e deixar tudo bem alegre!!!

MESA 1 MESA 2 MESA 3 MESA 4 MESA 6 MESA5

 

As velas são ideais para trazer ao ambiente um toque intimista e também remetem as fogueiras das festas nos grandes arraiás!!

VELAS 1 SA6

 

DIVIRTAM-SE!!!

 

*imagens retiradas da internet

 

02

Era uma vez um príncipe chamado Kurram se apaixonou por uma princesa aos 15 anos de idade. Reza a lenda que eles se cruzaram acidentalmente mas seus destinos ficaram unidos para todo o sempre. Após 5 anos de espera, durante os quais não puderam se ver uma única vez, o casamento aconteceu em 1612.

03

 

Em 1628 o príncipe foi coroado e governou em paz.

Ao dar à luz ao 14o filho, sua rainha morreu aos 39 anos. O imperador ficou inconsolável, chorando a morte da rainha por dois longos anos. Durante esse período, não houve música, festas ou celebrações em todo o reino.

O Imperador então ordenou que fosse construído um monumento sem igual, para que o mundo jamais pudesse esquecer, reunindo em Agra as maiores riquezas do mundo.

 

04

 

O prédio em mármore branco encrustado de 28 diferentes tipos de pedras semi-preciosas levou 22 anos para ser finalizado e contou com o trabalho de 20 mil homens e mais de mil elefantes. Depois que o Taj Mahal ficou pronto, o imperador mandou cortar as mãos dos artesãos que trabalharam na sua construção para impedir que fizessem outra obra tão bela.

 

05

 

Os muros do mausouléu são cobertos por inscrições tiradas do Alcorão, livro sagrado muçulmano. Para os islâmicos, o jardim simboliza o paraíso. O Taj Mahal contém flores, fontes e ciprestes (árvores que representam a morte).

 

06

 

Após perder o poder, o imperador foi encarcerado no seu palácio, onde contemplou a sua obra até à morte. Posteriormente, o imperador foi sepultado ao lado de sua esposa, sendo a única quebra na simetria perfeita de todo o complexo do Taj Mahal.

 

07
3

 

Como combinar tapetes e cortinas de modo que fiquem harmoniosos?

O tapete deve estar em harmonia com estilo e cores do ambiente. É necessário atentar-se ao estilo do piso, por exemplo, revestimentos mais neutros aceitam melhor modelos estampados, enquanto pisos trabalhados conversam melhor com tapetes lisos.

2

 

Os tapetes de um cômodo não precisam ser iguais, busque por uma unidade entre cores e texturas e estampas. Ambientes mais clássicos e sofisticados pedem tapetes mais requintados. Nos espaços contemporâneos é possível usar os artesanais.

Os tapete, podem ser usados para delimitar ambientes ou destacar móveis.

1

 

É fundamental que o tamanho do tapete seja proporcional ao ambiente, o tapete deve ser no mínimo do tamanho do sofá.

4

 

A cortina, por sua vez, pode proporcionar um ambiente mais aconchegante. Portanto, é de suma importância combinar a cortina com o tapete e os demais objetos que compõem a sua decoração. Para escolher o melhor tecido é fundamental observar a incidência de sol n sua casa. A combinação de cores deixará tudo harmonizado.

Sobre as cores, lugares que recebem menos luz natural, as cores quentes são bem vindas, para proporcionar a sensação de ambiente aquecido e aconchegante. Locais com incidência de luz solar, poder ser usadas cores frias, provocando a sensação de frescor e calmaria.

Como escolher o tipo de tapete?

Alto Trânsito – Possuem pelos curtos, geralmente utilizados em escritórios.

Buclê – Ideal para todos os tipos de de ambientes, principalmente os modernos.

Fibras naturais – Indicado para salas contemporâneas

Patchwork – Geralmente em couro, ideal para ambientes rústicos.

 

Duvidas Frequentes:

  • Quando escolher um tapete?

Devemos comprar um tapete por último, para combinar com sua decoração.

  • Ja tenho um tapete, como adequado à minha decoração?

Neste caso, o projeto poderá começar a partir dele para integrá-lo à decoração.

 

https://www.homify.com.br/livros_de_ideias/390415/deixe-sua-casa-com-uma-nova-aparencia-com-tapetes-e-cortinas

 

http://www.cliquearquitetura.com.br/artigo/como-escolher-o-tapete-da-sala.html