Tem gente que não dá a menor importância a esse item, mas ele é essencial para o acabamento entre pisos e paredes. O rodapé vem ganhando cada vez mais destaque. Além de contribuírem visualmente com o espaço, eles escondem imperfeições, protegem as paredes e também servem de passa fio.

Liso, com frisos, retos, arredondados, de diferentes alturas e materiais. As variações são muitas, mas não se preocupe, nós vamos te ajudar a escolher o melhor para compor na sua casa.

  • Rodapé muito alto pode dar a sensação de que o pé direito diminuiu;
  • Rodapés menores “aumentam” o pé-direito;
  • Confira a altura das tomadas para que o rodapé fique mais baixo ou então recorte-o e encaixe a tampa das tomadas.
  • Se escolher rodapés de madeira certifique-se que o local não seja muito úmido, e que estão fixos corretamente na parede para que não empenem.

Antes de escolher o modelo de rodapé, considere o seguinte:

Assim sendo, vamos aos matérias:

Rodapés em Madeira e MDF

São os mais utilizados, de fácil instalação, eles são feitos de acordo com seu gosto. O MDF cru tem uma textura mais lisa que a madeira, por isso não precisa ser emassado para receber a pintura, somente um selante. Quanto as cores, o branco é sempre uma opção segura pois combina bem com todos os acabamentos de piso e parede.

 

Caso você tenha uma revestimento no piso tipo madeira, para os mais tradicionais, vale deixar o rodapé no mesmo material.

O rodapé com acabamento em madeira também pode compor de forma bem ousada e trazer um charme para lugares inusitados.

 

Para os mais irreverentes, o rodapé de MDF é o mais indicado, eles possibilitam a pintura na cor que quiser.

 

Rodapé em Porcelanato

De fácil manutenção, são super indicados para as áreas molhadas. Mas banheiros e cozinhas com rodapé?…Sim, além de dar UM MELHOR acabamento, compõe muitíssimo bem, são mais resistentes, suportam umidade e não são atacados por cupim.

 

Grandes empresas costumam já fabricar rodapés de porcelanato de acordo com seus pisos, mas também é permitido misturar texturas.

 

 

Rodapé em Mármore

Possuem basicamente as mesmas vantagens que o rodapé em porcelanato, e vão além, podem ser de feitos do modo que o cliente escolha, claro que respeitando o limite da pedra. Pedras porosas, como o Travertino por exemplo, podem ser utilizados desde que resinados para tampar os poros naturais.

 

 

Rodapés em EPS

Uma nova opção são os rodapés em EPS (poliestireno) que são muito resistentes, fáceis de aplicar, não empenam, não mofam, não apodrecem, além de serem totalmente imunes a cupim e na maioria dos casos não precisa pintar.
A Santa Luzia é empresa pioneira e líder na produção de perfis em EPS a partir da reciclagem de isopor e PET, 98% da matéria-prima do produto é reciclada do poliestireno expandido (isopor) e do poliestireno de alto-impacto. Ambos, materiais que demoram séculos para se decompor.

 

Rodapé em E.V.A.

No melhor estilo faça você mesmo, recentemente o mercado lançou o rodapé autocolante em E.V.A. Ele é emborrachado e maleável, o que facilita a colocação em curvas. Pode ser lavado com água e detergente neutro, e também aceita bem pinturas com esmalte a base d’água.

 

 

Agora é só escolher!!!!!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *