Como eu invejo quem tem uma varanda, por menor que ela seja. Claro que aquelas enormes são uma delícia, mas me bastaria ter um espacinho pequeno, ao ar livre, para ser uma pessoa mais feliz. Por esse motivo, não entendo aquelas pessoas que têm um espaço desses e não aproveitam. A grande maioria é assim, e eu não me conformo. O mundo é mesmo injusto…

Se você faz parte desse grupo de privilegiados, que tal transformar esse espaço num ambiente acolhedor e cheio de charme? Então mãos à obra com as ideias. Que tal tornar um lugar subutilizado na maior atração da sua casa:

– Regra número um: tenha um pequeno jardim na varanda. Se você mora em um apartamento, traga a natureza para seu dia-a-dia. Faz bem, fica lindo e torna o espaço muito mais interessante. Varandas áridas são deprimentes, quando se faz de depósito de bicicletas.

– Lembre-se de que um jardim de vasos, por menor que ele seja, exige trabalho. Um amigo me disse uma vez que uma jardineira em casa dá o mesmo trabalho que cuidar de um gato. Se você não tem um dedo verde, vá com calma. Um jardim mal cuidado é pior do que uma varanda sem nada.

– Achar as plantas ideais para uma varanda não é tão simples assim. Vai depender da quantidade de sol e de vento que há no seu espaço. Consultar um paisagista não é nenhuma extravagância. Além disso, nem tudo dá certo logo de cara. É preciso testar espécies até chegar ao projeto final.

– Um sistema eletrônico de irrigação é perfeito para quem tem pouco tempo ou viaja muito. Vale a pena investir nele.

– Tenha plantas e vasos de diferentes alturas. O escalonamento proporciona um horizonte mais verde e mais orgânico.

– Plantas tropicais são mais apropriadas para países tropicais. E são bem mais exuberantes do que os arbustinhos europeus. Uma outra sugestão são os cactos que você só molha de 15 em 15 dias.

– Um jardim cheio de flores é para poucos. Ter flores o ano inteiro exige uma dedicação absurda, quase profissional, ainda mais no Brasil, onde o clima não é o melhor para isso. Se você não é o príncipe da Inglaterra, mas não abre mão das flores, aposte nas orquídeas.

– Se você tem espaço, crie um ambiente de estar do lado de fora. Mas não exagere na quantidade de peças. Além do jardim e dos móveis, é essencial também ter espaço para a circulação.

– Quase ninguém acerta na iluminação. Uma varanda é um ambiente social e de relaxamento, não combina com luz forte. Por que não ter abajures com luz indireta ? Outra dica são os spots em leds (para não queimar as plantinhas), podemos colocar vasos com plantas altas, que deixam o cenário mais completo.

 

*Imagens retiradas da internet.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.