set
07

Eu tenho uma historia para contar: tenho paixão pelo meu sofá!! Eu carrego ele nas mudanças, e vamos só trocando os acabamentos. O problema é que por ser em curva, teve casa que não dava muito certo, mas tivemos sorte de sempre termos salas grandes.

A outra coisa que via nele é o apego que tínhamos ao sofá, fazia com que os lugares fossem disputadíssimos. E o palco principal era sempre aquele trecho do sofá em frente à televisão. Mas eu até que tinha sorte neste quesito, porque não morro de amores por TV, antigamente, gostava de ver novelas, mas fui me intelectualizando e descobri que eu perdia muito tempo com inúmeras coisas que não me acrescentavam nadica de nada. Então eu confesso que a disputa pelo “melhor” lugar do sofá não era uma das minhas prioridades, eu até gosto de ficar nas pontas, porque me concentro nos meus livros ou revistas. Outro lugar que também gosto é no chão mesmo, nesse lugar não há disputas.

A esta altura você deve estar se perguntando então porque eu gosto tanto deste sofá? Ora, porque este sofá já acompanha a família faz tempo, e já ousei em mudar ele de couro para tecido, troquei o braço do sofá de lado, tirei as cintas que seguram o assento e vamos que vamos!! O próximos passo vai ser falar para a família que a sustentabilidade deste sofá está acabando, que seus dias estão contados! Fiz este comentário no almoço de domingo e teve gritaria geral! E mesmo que a família grite e esperneie vou fingir cara de boba e cara de planta! Seu Antônio que sempre arruma o sofá se aposentou e eu vou aproveitar para aposentar ele também. Todas as partes já foram mexidas, até cortar um dos assento já foi feito, e é possível? É, se é !! Como ele é de qualidade, ousamos em tirar até as curvas. Por fim depois de tantos contratempos com o sofá, meu filho vai se casar no fim do ano e me disse que vai querer o sofá!!

Tem dias que acordo pensando, como vai ser a vida da família sem a disputa de lugares do sofá? No final das contas eu já comecei a ir as lojas que compro sofá e já comecei um namoro virtual com um tipinho de sofá até bonitinho. Sim, agora tudo será diferente, depois de meses de intensa pesquisa, descobri que há vida além da morte do meu sofá e ele vai chegar semana que vem, todo pimpão branco, para as pessoas ficarem com medo de sujar o tecido. Estou muito feliz com o dia da saída dele porque de tarde vai chegar o mais novo integrante da família: o meu novo sofá!!!

 

*Imagens do acervo pessoal.

Deixe seu comentário