out
09

 

Provavelmente é o estilo mais antigo de todos, e teve sua raiz no country americano. Na sua origem, o rústico refere-se ao rude, grosseiro e simples. Antigamente essa linha era mais utilizada em climas frios, fazendas ou casas de campo, mas hoje em dia o Rústico virou o xodó de profissionais pela sua simplicidade.

Embora o estilo rústico em seu sentido mais tradicional possa parecer pesado e escuro, hoje, um estilo rústico contemporâneo emergiu nos últimos anos e parece fresco, real, leve e sólido!

Os interiores rústicos têm uma sensação de conexão com o passado que é difícil de resistir. Inspirado no natural, usando os elementos crus e inacabados, incluindo madeira e pedras. O estilo envolve texturas inspiradas na natureza, cores simples e terrosas, que tragam calor.

Cores quentes com tons neutros, acinzentados fazendo referencia as pedras naturais, o uso de couros, camurças, linho e algodão nos estofados em tons terrosos, se adequam muito bem ao estilo.

A grande questão é o equilíbrio entre a aspereza e a simplicidade. Peças grossas de madeira demostrando robustez, são a principal fonte inspiradora para quem ama esse estilo sem sair da vibe do aconchego. Fibras naturais e acabamentos expostos são um coringa para criar um ar mais despojado ao ambiente.

Troncos transformados em móveis, metais oxidados, objetos inusitados ajudam na composição, assim como pedra, vime e ferro. O bom é que esse estilo permite misturar bem os materiais proporcionando ambiente únicos.


Este estilo pode ser delicado, caso escolha cores claras para contrapor a rusticidade dos móveis, ou então, para ser um pouco mais agressivo, opte por tons escuros.

Este é um estilo de design que destaca a beleza autentica dos materiais naturais, celebra os gostos inconfundíveis e simplesmente nos faz sentir em casa.

*Imagens retiradas da internet.

Deixe seu comentário