jul
10

A primeira impressão é a que fica, então seja um Hall, ou uma entradinha pequena, o importante que é aqui o lugar por onde nossos amigos e familiares vem e vão. E quando a gente vai entrando a expectativa é grande, acho que o hall deve ter o estilo de quem mora, logo que vamos entrando a gente percebe se ali é um espaço com aconchego e dá para perceber também quando a gente é bem vindo.

Quando vamos chegando em casa, vamos deixando para trás aquela barulhada da rua e vamos esquecendo as coisas boas ou conflitos do dia que passou, é uma momento especial, e a organização interfere diretamente no nosso emocional!!

Em geral, manter a entrada da casa arrumada é um desafio, principalmente para quem tem crianças, elas adoooram chegar em casa tirando os tênis, jogando a mochila por onde estiverem. Com um pouco de planejamento e disciplina, tudo fica mais fácil para termos grandes começos e finais felizes.

Primeiro, se pergunte: Como é minha rotina logo de manhã ? Qual a primeira coisa que eu faço quando chego em casa ? Tiro os sapatos ? Solto a bolsa ? Penduro as chaves ? Busque detalhadamente o que você mais gosta e trabalhe com seus hábitos e de quem mora contigo. Não lute contra o que é natural para você, ao invés disso, encontre soluções que funcionem de acordo com os hábitos de cada um. Se você gosta de tirar os sapatos sentado, inclua uma cadeira ou banco perto da entrada. Se o hall é o mesmo para levar o cachorro para passear, mantenha ali um lugar para pendurar a coleira, e ter aquele paninho para limpar as patinhas na volta do passeio. Há soluções para tudo, desde armários reaproveitados, à móveis sob medida, basta ter certeza do que for escolher.

Passos para um Hall eficiente:

  • Sapatos: costumam ser chutados para longe. Um sistema de caixas os cestas para cada pessoa. Em pequenos espaços, um rack é mais fácil de usar. Uma dica legal também são pinos: os sapatos ficam de cabeça pra baixo de modo que o ar possa circular, em dias de chuva, são maravilhosos. 
  • Casacos: ganchos de parede pendurados em diferentes alturas aproveitam muito bem o espaço principalmente em lugares estreitos.
  • Chaves: desenvolva o hábito de pendurar suas chaves assim que chegar em casa. Pode ser um cabide de chaves ou um bandejinha, mas saber aonde elas estão é essencial para uma saída prática de casa. É mais difícil sair de casa na hora certa, se suas chaves estiverem escondidas por ai!! Ai que pendenga quando a gente precisa sair e sabe lá onde a chave do carro se escondeu.
  • Pets: guias coleiras, saquinhos, dentre outros acessórios do bichano, podem muito bem ficar em ganchos ou baldinhos para facilitar sua vida.
  • Acessórios: dinheiro trocado, óculos de sol, fones de ouvido para caminhada, cachecol, bonés…tudo que você pega para usar na rua ficam bem melhor quando são facilmente vistos perto da porta.

E ai, gostou e se inspirou com as nossas dicas ? Qualquer dúvida procura a gente no www.arquitetaindica.com.br , que estamos aqui para te ajudar.

Mal posso esperar para apreciar tanta lindeza junta se você seguir as nossas dicas, faz umas fotos e manda para cá, se tiver ainda duvidas passe um e-mail que te conto tudo.

*Imagens retiradas da internet.

Deixe seu comentário