fev
22


Como é bom ter seu próprio canto quando se vive a dois

A historia é mais ou menos assim; a pessoa se apaixona mas isto não significa que tenha que dividir as escovas. Fatalmente chega uma hora que a gente precisa do nosso próprio espaço. E para que um relacionamento não se torne um saco é indispensável não definir esse relacionamento como a única prioridade na sua vida, e acabar fazendo o possível e o impossível para passar o seu tempo junto da outra pessoa ad aeternum.

Muitas vezes, no início de novos relacionamentos, as pessoas ficam se baseando na quantidade de tempo que elas gastam juntas para determinar o quanto elas gostam uma das outras e fantasiando o quão perfeitas elas são juntas.
Quanto mais tempo eu ficar junto dele, mais ele vai gostar de mim? #SQN

Detalhe, as pessoas não funcionam assim! Não é só porque você gosta de alguém que sua necessidade daquele tempo só seu, simplesmente desaparece. A gente tem necessidade de um tempo pra fazer nossas próprias coisas com nossos amigos ou até mesmo sozinha. O fato de amar alguém não significa que o amor que você sente seja menos real ou verdadeiro.
Na verdade você está é se machucando, comprometendo seu relacionamento por não se permitir esse “tempo sozinha”.

Então, vamos falar um pouquinho sobre como criar um espaço no seu relacionamento sem que sacrifique a intimidade que existe entre vocês.

A Importância Do Seu Espaço Nos Relacionamentos

Quando a gente se casa sem grana fica meio complicado para ter o nosso cantinho, mas minha gente nem que seja uma cadeira, um almofadão, uma poltrona confortável com um abajur maneiro para leitura, qualquer objeto que você curta e queira que seja só seu. A providencia divina recomenda que este lugar seja limpo e com a manutenção perfeita. Por favor, para não dizer que não falei do lado B, acho que não preciso desenhar, porque falar já basta. “Bagunça não significa a mesma coisa que sujeira, então olho vivo, não confundam!”
.

Vamos e voltamos do caos à tranquilidade ou da formalidade ao relaxamento, mas uma coisa é certa, o importante é ser feliz.
Quando se vive a dois a gente não dorme do mesmo lado da cama todo santo dia? Então é mais ou menos assim que funciona, “cada um no seu quadrado”.
Um dos ingredientes da fórmula para um relacionamento harmonioso e duradouro é cada um ter seu próprio espaço.

 

Os fatores ambientais donde a gente mora organizam nossos organismos biológicos, eles são favorecidos quando temos um ambiente adequado. Mas como a nossa célula sabe o que está acontecendo com nosso ambiente? Quando mudamos de ambiente mudamos a percepção que a gente tem do lugar, não é verdade? Tipo assim; sabe aquele papo exagerado de quando você entra num lugar confuso, baixo astral? E tem aquela sensação esquisita? É isso.
.
A consciência é uma interpretação do nosso espaço e a nossa mente interpreta direitinho. Se mudarmos nosso espaço, nossa mente, nossas crenças sobre nossa vida também mudam, isto é muito significativo e se temos habilidade para mudar o ambiente, a percepção de onde nós habitamos conseguimos mudar as nossas células que estão perto. Entendo que há sabores em tudo o que existe no mundo. Nas nossas vidas e nos objetos que nos cercam.

Nosso apego à vida é, em grande parte, devido ao prazer que sentimos através das nossas percepções sensoriais. Da mesma maneira quando observamos o sol, a lua, as estrelas e toda beleza da natureza, o canto dos passarinhos e na perfeição das flores. Temos certeza que viver bem é um êxtase, um feliz estado de espirito. Cada casa, cada pessoa, possui uma atmosfera própria, alguns não percebem e sentem um grande desconforto com sua própria casa, com a frieza dos ambientes. Pode ter certeza que as nossas atitudes refletem no nosso lar, nossas boas vibrações efetivamente na nossa casa.

Sempre que cores, sons, cheiros, gostos e sentimentos positivos como o amor são ativados pela nossa mente, nos tornamos muito mais felizes.

 

Entendendo As Diferentes Necessidades de Espaço

Uma coisa a ser levada em consideração e entendida é que pessoas com personalidades diferentes tem maneiras diferentes de criar seu próprio espaço. Uma pessoa extrovertida por exemplo, gosta de recarregar suas energias no meio de outras pessoas, enquanto a introvertida prefere ficar bem longe delas. Até os animais sentem necessidade de terem seu canto. Como eles são sábios quando criam sua tocas, seus ninhos, eles também tem suas necessidades emocionais. Todos os bichos tem necessidades de se abrigarem incluindo aí os peixes que se escondem em caverninhas no fundo do mar.
.
Eu amo andar pelo mato, mas tem gente que prefere mar, enfim espaços são diferentes e uma comunicação neste caso é fundamental.
Tenha em mente os quatro pilares da ARQUITETURA DA FELICIDADE.
Harmonia, equilíbrio, apoio e um ambiente sem tensões.
.
E para não dizer que não falei de flores, extraia leveza para seu ambiente. Ter luz não é sobre brilhar, é sobre iluminar seu espaço com dignidade, e sabedoria. Lembre-se de que o endereço mais difícil do mundo é o lugar do outro portanto olhe para SUA CASA e não ache a grama do vizinho mais verdinha do que a sua, porque não é.

2 comentários para “REGRA 13 – Este numero é bom D+”

Deixe seu comentário